segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Futilidades

O Bloco de Esquerda, entre muitas virtudes e defeitos, teve o mérito de acabar com o mito de que as mulheres da esquerda erótica tinham que ser feias, peludas e pouco cuidadas. Começou com a Joana Amaral Dias, passou pela Ana Drago e acabou mais recentemente com a Marisa Matias. A surpresa viria com a exclusão da Joana Amaral Dias das listas de deputados para as próximas eleições. A explicação oficial foi que ela não tinha qualquer especialização. Ontem enquanto mudava canais vi a Joana Amaral Dias num programa qualquer e descobri a verdadeira razão, ela pôs umas mimosas novas e isso já burguesia a mais para a Esquerda Portuguesa.

1 comentário:

Secreta-Mente disse...

Ai pôs? Não admira. Ser a mais gira política do país é um cargo que se precisa justificar.